Linguagens em Arquiteturas Líquidas

O computador é uma metamídia, porque possui elevada capacidade de absorver e traduzir as mídias precedentes, e porque vai além delas, pois pode descreve-las, e ao se tornarem metamídias, as maquinas digitais perdem toda a sua autonomia e se convertem em linguagem tecnológica universal, pois a linguagem digital transcodifica quaisquer códigos, linguagens e sinais, sejam eles o que forem- processando-os e nos devolvendo de acordo com os nossos sentidos de forma original, ou seja a escrita como escrita, o som como som, a imagem como imagem, mas, no entanto, permitem realizar uma mescla dessas linguagens, e essa é sua maior e melhor característica, pois podemos inventar coisas novas, interagir com o meio, de forma que no mundo palpável jamais nos seria possível realizar tais façanhas, e é esse o principio da hipermídia: fazer com que as pessoas interajam cada vez mais, participando do que lhes é exibido, mostrando que no mundo digital tudo é possível, até o que nos parece mais impossível.

A hipermídia pode se configurar em CD-Rom, DVDs, mas o seu principal local são as redes. A linearidade textual é totalmente quebrada na hipermídia, não faz sentido você ter algo linear, sendo que pode interagir e escrever apenas o que lhe interessa, quando mais subjetivo, melhor.

Na hipermídia há uma grande infinita de informações armazenadas, e cabe ao leitor esperar o caminho a seguir, o link a clicar, pois vai do interesse de cada um o que lhes é mais importante saber no momento, você pode escolher o que aprender, sobre o que se inteirar, não precisa passar por um monte de informações que julga inúteis para chegar a que lhe interessa.

Essas são arquiteturas líquidas, sem começo nem fim, que compõe o ciberespaço, um universo inimaginável de informações dos mais variados tipos, temas e gostos. É impossível conhecer todo o ciberespaço, pois tomou uma dimensão incontrolável, onde cada ser humano pode criar quantos espaços pessoais quiser, e neles escrever o que bem entendem. Daí os riscos de informações falsas, difamações, violências dos mais variados tipos, mas também muita coisa boa, útil, correta. É como o mundo real, onde você escolhe o caminho a seguir, e tem que usar do seu discernimento para saber o que lhe pode ser bom, e o que pode ser ruim, e desconfiar das fontes, que podem não ser seguras, procurando sempre uma outra fonte, para lhe dar uma garantia maior do que estão dizendo.

Nada acontece no ciberespaço se não houver uma iniciativa do buscador, e também não há interatividade sem interfaces, que são feitas para facilitar a leitura e compreensão do interator.

 

Fonte: http://breeze.faap.br/ntc06txt/output/NTC_06sem_txt_santaella.pdf

Categorias: Posts sobre as aulas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s